sábado, 22 de março de 2014

Crítica: Tese Sobre um Homicídio | Um Filme de Hernán Goldfrid (2013)


Roberto Bermudez (Ricardo Darín) é um especialista em Direito Criminal que leciona em uma Universidade em Bueno Aires. Para seu espanto, Gonzalo Ruiz Cordera (Alberto Amman) um jovem advogado vindo da Espanha, e também seu sobrinho viajou especialmente para a Argentina para ser seu aluno em um seminário. Durante o lançamento de um livro de Bermudez, Gonzalo revela sua grande admiração pelo professor ao mesmo tempo em que demostra uma petulante rivalidade, materializada no assassinato de uma jovem garçonete nos arredores da universidade que indicam supostamente que o criminoso é seu aluno. Ainda que as pistas não justifiquem essa acusação, mas uma interpretação cuidadosa dos detalhes do crime deixam Bermudez convencido da culpa de Gonzalo. Obstinado a impedir que seu aluno cometa outro assassinato, Bermudez passa travar uma batalha onde suas armas são a astúcia e a inteligência farão toda a diferença na punição ou não de seu pretensioso oponente. "Tese Sobre um Homicídio" (Tesis sobre un Homicidio, 2013) é um suspense policial argentino enraizado no gênero dos filmes de serial killer muito comuns no cinema estadunidense. Um subgênero visto com muita admiração por muitos, e preconceito por outros em virtude de inúmeras produções desgastadas e desgastantes. Dirigido por Hernán Goldfrid, seu trabalho impressiona pela habilidade com que essa produção trabalha com os clichês do gênero e consegue apesar de alguns exageros desnecessários apresentar um resultado com um certo frescor.      

O cinema argentino apresenta frequentemente filmes que se mostram experiências agradáveis que são capazes de surpreender um espectador desavisado. "Tese Sobre um Homicídio" se enquadra perfeitamente nessa categoria de produções bem realizadas que tem essa qualidade de surpreender. E uma das principais qualidades desse longa se encontra em seu elenco principal, onde Ricardo Darín mostra porque é um dos mais bem sucedidos atores argentinos capazes de conferir evidência e confiabilidade há um produto de mero entretenimento. Embora o jovem Alberto Amman não deixa a desejar em sua interpretação carregada de sutis gestos e expressões que dizem mais do que mil palavras. Ainda que o roteiro de Patricio Vega tenha algumas deficiências (a mais gritante em seu desfecho apurado e desconectado com o desenvolvimento) também está repleto qualidades, como na direção da trama que trabalha com fluência a psicologia dos personagens; o desenvolvimento que em sua maior parte dosa de modo ajustado as hipóteses com as descobertas que mantem um nível de suspense envolvente; os imprescindíveis diálogos inteligentes divididos com cenas contemplativas que mostram tanto quanto seria possível com apenas palavras; e a forma como magistralmente o diretor Hernán Goldfrid mescla tudo com elegância num ritmo afinado de suspense e dramaturgia demonstrando o quanto os recursos técnicos (a cargo de uma trilha sonora intensa de Sergio Moure e uma direção de fotografia de Rolo Pulpeiro que desenvolve uma atmosfera coerente com a proposta) favorecem a condução Goldfrid, que acaba fazendo dessa produção um produto primoroso e agradável de ser acompanhado. Em resumo, "Tese Sobre um Homicídio" não apresenta nada de novo ao gênero, entretanto o que mostra é feito com muita habilidade e harmonia. Além do mais surpreende por vir de onde vem, mostrando porque o cinema argentino detêm obras que até quando em premissa demostram falta de pretensão, ainda assim apresentam um nível de excelência invejável.

Nota:  7,5/10
_____________________________________________________________________________


Tese Sobre um Homicídio - Trailer Legendado

Tese Sobre um Homicídio - Filme Completo Dublado

2 comentários:

  1. Vira e mexe somos surpreendidos por uma produção argentina com cara americana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Infelizmente eu nem assisto a tantos filmes argentinos quanto gostaria. Mas também... quando pego um, facilmente me surpreendo com o resultado. O nível de qualidade das produções argentinas tem estado bem acima de nossas produções, salvo algumas exceções. Poucas por sinal...

      abraço

      Excluir