Top 10 do Autor

Criar listas sempre me foi um árduo desafio. Sempre tive dificuldade na escolha das melhores coisas que traduzissem com clareza os meus objetivos, preferências e prioridades. Gostaria que essa tarefa fosse mais fácil, embora ligeiramente agradável e desafiante, sempre se torna uma tortura. Minhas preferências sempre se mantiveram opacas diante de um vasto repertório de opções e alternativas, seja na música, no meio literário, ou até mesmo na simples escolha de um prato preferido a ser degustado. E si tratando de filmes não é diferente.  Minhas escolhas aqui registradas são muito influenciadas pelo momento em que as registro, e a lembrança que tenho da descoberta. Certamente que os filmes que listo abaixo são resultantes desses dois fatores, e por isso essa lista muitas vezes se altera em nomes e colocação. Dito isto, adiciono abaixo uma pequena lista de filmes que estão encrustados na memória de meu coração. Talvez não sejam nomes que habitem as listas de outros cinéfilos obviamente pelas mais variadas razões, mas que cada um veio de alguma forma bem específica a decorar ainda mais meu gosto pela sétima arte e a se colocar nessa tão famigerado ranking.  


Clube da Luta (Fight Club, EUA, 1999) Direção: David Fincher Roteiro: Jim Uhls baseado no livro de Chuck Palahniuk de mesmo título Elenco: Edward Norton, Brad Pitt, Helena Bonham Carter, Meat Loaf e Jared Leto. Gênero: Drama Sinopse: Um trabalhador de escritório insone procurando uma maneira de mudar sua vida cruza o caminho de um fabricante de sabão para lá de excêntrico e eles formam um clube de subversivo que se transforma em algo mais revolucionário.

Por que está nesta lista: A palavra revolução se enquadra bem com sua narrativa, e a palavra revolucionário que habita a sinopse responde a pergunta facilmente. Violento sem ser gratuito cerebral sem ser tedioso, "Clube da Luta" é fantástico no que se propõe a fazer: revolucionar; seja a vida de seus protagonistas ou a do próprio espectador.


A Bruxa de Blair (The Blair Witch Project, EUA, 1999) Direção e Roteiro: Daniel Myrick e Eduardo Sánchez Elenco: Heather Donahue, Michael C. Williams e Joshua Leonard Gênero: Terror Documental Sinopse: Três estudantes de cinema desapareceram depois de viajar para uma floresta em Maryland para filmar um documentário sobre a lenda de uma bruxa que viveu há muitos anos atrás no local. Porém os jovens nunca foram encontrados novamente, onde a prova de seu desaparecimento se encontra nas filmagens registradas pelo trio.

Por que está nesta lista: Apesar de não ser cem por cento original, sua proposta tem um que de inovação que acerta potencialmente no tom. A mistura de terror e drama, realismo com ficção documental foi pioneira e inspirou muitos outros projetos na mesma linha que vieram a chamar a atenção, mas nunca vieram a ser tão impactantes quanto essa produção. 



Matrix (The Matrix, EUA e Austrália, 1999) Direção e Roteiro: Andy Wachowski e Andy Wachowski Elenco: Keanu Reeves, Laurence Fishburne, Carrie-Anne Moss, Hugo Weaving e Joe Patoliano. Gênero: Ação e Ficção Científica Sinopse: Um Hacker de computador aprende com os rebeldes misteriosos sobre a verdadeira natureza da realidade e seu papel na guerra contra seus controladores.

Por que está nesta lista: Nunca saí do cinema tão tonto quanto nesta produção. Sabia desde o primeiro momento que havia acabado de ver parte da história do cinema sendo revelada. Um filme genial em sua mistura de estilos que incita a reflexão pós-exibição. Fantástico!






Akira (Akira, 1988) Direção: Katsuhiro Otomo Roteiro: Katsuhiro Otomo e Izo Hashimoto Estúdio: Tokyo Movie Shinsha Gênero: Cyberpunk, Ação e Ficção Científica. Sinopse do AdoroCinema: Uma grande explosão fez com que Tóquio fosse destruída em 1988. Em seu lugar foi construída Neo Tóquio, que, em 2019, sofre com atentados terroristas por toda a cidade. Kaneda (Mitsuo Iwata) e Tetsuo (Nozomu Sasaki) são amigos que integram uma gangue de motoqueiros. Eles disputam rachas violentos com uma gangue rival, os Palhaços, até que um dia Tetsuo encontra Takashi (Tatsuhiko Nakamura), uma estranha criança com poderes que fugiu do hospital onde era mantido como cobaia. Tetsuo é ferido no encontro e antes de receber a ajuda dos amigos é levado por integrantes do exército, liderados pelo coronel Shikishima (Tarô Ishida). A partir de então Tetsuo passa a desenvolver poderes inimagináveis, o que faz com que seja comparado ao lendário Akira, responsável pela explosão de 1988. Paralelamente, Kaneda se interessa por Kei (Mami Koyama), uma garota envolvida com espiões que tenta decifrar o enigma por trás das cobaias controladas pelo exército.

Por que está nesta lista: Uma descoberta tardia que me fez criar gosto por animações japonesas. Narrativamente curiosas e visualmente criativas, essa animação é icônica que pede uma transposição para live-action. Apenas aguardo.  


Os Suspeitos (The Usual Suspects, EUA e Alemanha, 1996) Direção: Bryan Singer Roteiro: Christopher McQuarrie Elenco: Kevin Spacey, Gabriel Byrne, Benicio Del Toro, Stephen Baldwin, Kevin Pollak e Chazz Palminteri Gênero: Suspense Policial Sinopse AdoroCinema: Após uma explosão no cais, a polícia contabiliza 27 corpos e duas testemunhas: um húngaro em estado crítico e um conhecido ladrão deficiente físico, que saiu completamente ileso. Quando os dois dão seus depoimentos, fica clara a participação de Keyser Soze, húngaro misterioso e impiedoso que foi o mentor de um golpe contra um grupo de traficantes de drogas da Argentina. Mas quem é esse homem?

Por que está nesta lista: Genial em vários aspectos. Mas o final é tudo de bom, que mostra toda a genialidade de todo desenvolvimento que a princípio não transparecia. Uma grata surpresa de um diretor que mostrou mais adiante que ainda tinha muito a oferecer ao fãs de cinema. 



Cidade de Deus (Cidade de Deus, Brasil, 2002) Direção: Fernando Meirelles e Katia Lund Roteiro: Paulo Mantovani baseado na obra Paulo Lins. Elenco: Alexandre Rodrigues, Leandro Firmino da Hora, Seu Jorge, Matheus Nachtergaele, Douglas Silva e Darlan Cunha. Gênero: Drama Sinopse AdoroCinema: Buscapé (Alexandre Rodrigues) é um jovem pobre, negro e muito sensível, que cresce em um universo de muita violência. Buscapé vive na Cidade de Deus, favela carioca conhecida por ser um dos locais mais violentos da cidade. Amedrontado com a possibilidade de se tornar um bandido, Buscapé acaba sendo salvo de seu destino por causa de seu talento como fotógrafo, o qual permite que siga carreira na profissão. É através de seu olhar atrás da câmera que Buscapé analisa o dia-a-dia da favela onde vive, onde a violência aparenta ser infinita.
 
Por que está nesta lista: Essa produção fez com que muita gente largasse seu preconceito por filmes nacionais (graças a Deus não era o meu caso) e mostrou ao mundo que o nosso cinema nacional também é cool.

Náufrago (Cast Away, EUA, 2000) Direção: Robert Zemeckis Roteiro: William Broyles Jr. Elenco: Tom Hanks e Helen Hunt Gênero: Drama Sinopse AdoroCinema: Chuck Noland (Tom Hanks) um inspetor da Federal Express (FedEx), multinacional encarregada de enviar cargas e correspondências, que tem por função checar vários escritórios da empresa pelo planeta. Porém, em uma de suas costumeiras viagens ocorre um acidente, que o deixa preso em uma ilha completamente deserta por 4 anos. Com sua noiva (Helen Hunt) e seus amigos imaginando que ele morrera no acidente, Chuck precisa lutar para sobreviver, tanto fisicamente quanto emocionalmente, a fim de que um dia consiga retornar civilização.

Por que está nesta lista: Se há um ator que pode dizer que é um exército de um homem só, esse homem é Tom Hanks, sendo que sustentar um filme praticamente sozinho (com uma ajudinha de uma bola de vôlei da marca Wilson) nunca foi para ninguém uma tarefa fácil. Missão mais do que cumprida. Show de bola e de atuação. 


Um Sonho de Liberdade (The Shawshank Redemption, EUA, 1994) Direção: Frank Darabont Roteiro: Frank Darabont e Stephen King baseado na obra de Stephen King. Elenco: Tim Robbins, Morgan Freeman e Clancy Brown Gênero: Drama Sinopse AdoroCinema: Em 1946, Andy Dufresne (Tim Robbins), um jovem e bem sucedido banqueiro, tem a sua vida radicalmente modificada ao ser condenado por um crime que nunca cometeu, o homicídio de sua esposa e do amante dela. Ele é mandado para uma prisão que é o pesadelo de qualquer detento, a Penitenciária Estadual de Shawshank, no Maine. Lá ele irá cumprir a pena perpétua. Andy logo será apresentado a Warden Norton (Bob Gunton), o corrupto e cruel agente penitenciário, que usa a Bíblia como arma de controle e ao Capitão Byron Hadley (Clancy Brown) que trata os internos como animais. Andy faz amizade com Ellis Boyd Redding (Morgan Freeman), um prisioneiro que cumpre pena há 20 anos e controla o mercado negro da instituição.

Por que está nesta lista: Feito sob medida para concorrer a uma infinidade de prêmios, ganhou muitos deles merecidamente como poucos premiados. 


Bastardos Inglórios (Inglourious Basterds, EUA, Alemanha, 2009) Direção e Roteiro: Quentin Tarantino Elenco: Brad Pitt, Christopher Waltz, Eli Roth, Michael Fassbender, Diane Kruger e Mélaine Laurent Gênero: Drama de Guerra Sinopse AdoroCinema: 2ª Guerra Mundial. A França está ocupada pelos nazistas. O tenente Aldo Raine (Brad Pitt) é o encarregado de reunir um pelotão de soldados de origem judaica, com o objetivo de realizar uma missão suicida contra os alemães. O objetivo é matar o maior número possível de nazistas, da forma mais cruel possível. Paralelamente Shosanna Dreyfuss (Mélanie Laurent) assiste a execução de sua família pelas mãos do coronel Hans Landa (Christoph Waltz), o que faz com que fuja para Paris. Lá ela se disfarça como operadora e dona de um cinema local, enquanto planeja um meio de se vingar.

Por que está nesta lista: Sempre fico em dúvida o qual longa-metragem de Tarantino que mais me agrada. “Pulp Fiction” com certeza tem um peso enorme, um valor inestimável, mas particularmente sua visão sobre a Segunda Guerra foi a que mais me impressionou e muito disso, por sua originalidade. Pura ficção do começo ao fim, mas de resultado fantástico se comparado a inúmeros filmes baseados em fatos reais. Só por isso ele tem um lugar garantido nessa lista de Top 10 do Autor.  

Watchmen – O Filme (Watchmen, EUA, Reino Unido, 2009) Direção: Zack Snyder Roteiro: Alan Moore e Dave Gibbons Elenco: Jackie Earle Haley, Patrick Wilson, Billy Crudup, Jeffrey Dean Morgan, Carla Gugino, Malin Akerman e Matthew Goode. Gênero: Drama, Ação e Quadrinhos. Sinopse AdoroCinema: Em 1977 foi aprovada pelo congresso norte-americano a Lei Keene, que proibia as atividades de mascarados no combate ao crime. Isto fez com que vários super-heróis deixassem a carreira, como o Coruja (Patrick Wilson) e Espectral (Malin Akerman). Outros, como o Comediante (Jeffrey Dean Morgan) e o Dr. Manhattan (Billy Crudup), passaram a trabalhar para o governo. Dois anos antes da implementação desta lei Adrian Veidt (Matthew Goode) decidiu revelar sua identidade como Ozymandias, dedicando-se a partir de então na construção de um império econômico. Em 1985 o mundo vive o clima da Guerra Fria, no qual um ataque nuclear pode acontecer a qualquer momento, vindo dos Estados Unidos ou da União Soviética. Neste clima de tensão política Edward Blake, o Comediante, é assassinado. Em seu funeral comparecem, em momentos diversos, seus antigos companheiros. Entre eles está Rorschach (Jackie Earle Haley), que acredita que sua morte seja o indício da existência de um assassino de mascarados.

Por que está nesta lista: O que nas mãos de um realizador limitado poderia se tornar um produto horripilante por querer condensar muita história em um único filme, Snyder consegue o impossível. Dramático, emocionante e cheio de sacadas visuais de causar delírio, particularmente o julgo tão bom quanto outros renomados exemplares filmes vindos dos quadrinhos. Indispensável aos fãs do material original, uma ótima forma de descoberta para iniciantes sobre o que é um trabalho de transposição cinematográfica visionária carregado de requinte.