quarta-feira, 14 de janeiro de 2015

A DC Invade Todos os Gêneros

Os filmes realizados com o selo da DC Comics nunca ofereceram uma ameaça proporcional ao sucesso de sua principal concorrente, a Marvel Studio. E isso não somente em bilheteria, mas em crítica também. Se a franquia Batman até se saiu bem no fim das contas, um sucesso de público e crítica, seus parceiros oscilam entre monstruosos desastres (Lanterna Verde) e taxadas incógnitas que dividem opiniões (O Homem de Aço).  Até Watchmen em toda sua excelência, fez muita gente torcer o nariz. Para equipar essa superioridade da Marvel, a DC lança um material muito criativo (num mundo imaginário que até força um pouco a barra) em que atira para todos os lados redesenhando cartazes de filmes clássicos e cults com seus personagens em destaque no formato de capas de quadrinhos. Confira abaixo algumas releituras: 












    

4 comentários:

  1. Eu já havia visto essas capas... achei bacana. Achei mais bacana ainda essa ressurreição da DC. Adorei o novo Superman e sinceramente não entendi o motivo das críticas... eles queriam um filme nos moldes dos antigos, mas odiaram Superman o Retorno. Vai entender. Inclusive, comentei sobre esse momento da DC nesse link: http://toligado1.blogspot.com.br/2014/12/herois-no-cinema.html?m=0 nele tem alguns hiperlinks sobre outras críticas que escrevi.
    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Particularmente eu gostei do Homem de Aço, embora não tenha ficado impressionado. Mas a fórmula da Marvel na telona se mostra bem mais afinada e promete mais para esse ano com a sequência de "Os Vingadores". Mal posso esperar.

      abraço

      Excluir
  2. Muito interessante esses cartazes, alguns ficaram realmente meio "forçados", mas outros ficaram bem bacanas.

    Espero que a DC se estabeleça nas telonas, afinal, quanto mais filmes de heróis, filmes de qualidade, melhor. rs

    abraço.

    André Betioli

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade André. O que mais importa é que venham com qualidade, e não importa a popularidade dos personagens nos quadrinhos, sendo que nas telonas eles entram de igual para igual!

      abraço

      Excluir