sexta-feira, 11 de abril de 2014

Alguns Cartazes Explosivos de Godzilla

Já faz cerca de dez anos que Godzilla, o personagem criado pelo produtor Tomoyuki Tanaka, pelo diretor Ishiro Honda e pelo mago dos efeitos especiais Eiji Tsuburaya, está longe dos holofotes. Seu último filme foi em 2004, o longa “Godzilla: Final Wars” dirigido por Ryuhei Kitamura que segue a estética original da série de 28 filmes do personagem que se iniciou em 1954. Em 1998, a Tristar Pictures produziu um remake ambientado em Nova York com o personagem totalmente redesenhado, filme esse dirigido pelo especialista de arrasa-quarteirões Roland Emmerich. Agora em 2014 ele ressurge com força total em uma nova refilmagem hollywoodiana (devido a uma campanha de marketing igualmente monstruosa) onde a criatura surge da forma mais assustadora como nunca foi vista antes. Aproveitando o ensejo dessa saborosa ressureição, o site Blurppy lançou através de vários artistas diferentes uma coleção de cartazes que homenageiam o icônico personagem: 








Esse novo remake de “Godzilla” que será lançado em maio é dirigido por Gareth Edwards, cujo roteiro é de responsabilidade de Drew Pearce, Max Borestein e Frank Darabont. Tendo no elenco principal atores como Aaron Taylor Johnson, Bryan Cranston, Elizabeth Olsen, Ken Watanabe e Juliete Binoche, o icônico personagem promete estremecer a terra ao lutar contra criaturas que ameaçam a sobrevivência da raça humana. 

2 comentários:

  1. Eu lembro que essa versão de 1998 chegou a ganhar o ´´troféu framboesa`` na época.
    Acho que não é pra tanto. Não chega a ser tão ruim assim. Inclusive tem cenas com efeitos especiais bastante interessantes. Mas não chega a ser um filme inesquecível.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Para ser sincero com você, eu também gostei, e muito por sinal. Tanto que pretendo semana que vem postar uma resenha sobre ele. Concordo que não seja um filme inesquecível, mas quero abordar alguns aspectos positivos dele, que diante do lançamento desse novo remake julgo ser a melhor hora para isso.

      abraço

      Excluir