sexta-feira, 6 de setembro de 2013

I Declare War | Pôster de um filme que não é brincadeira


A imaginação das crianças é algo curioso. Sua capacidade de ver de modo realista suas brincadeiras, diferente dos adultos, não é nada incomum. Isso é fruto de uma imaginação fértil. Dando vida a essa ideia, o filme canadense "I Declare War", dirigido por Jason Lapeyre e Robert Wilson se fez notar em alguns festivais de cinema de modo relevante ao levar a película um sangrento jogo de guerra através de imagens e sequências violentas onde preponderam apenas a atuações de crianças (todo o elenco é composto por crianças). O cartaz acima lançado pela DraftHouse Films, destila bem a moral do longa e a premissa ligeiramente interessante nunca antes materializada em uma produção cinematográfica, que se mostra no mínimo intrigante. 


Em sua trama acompanhamos uma comum brincadeira, onde uma turma de crianças armadas apenas com galhos e muita imaginação, envolvem-se em um jogo de Captura de Bandeira numa floresta. Pedras viram granadas, árvores tornam-se torres de controle e alguns galhos e varas transformam-se em armas pirotécnicas ou em metralhadoras, onde o faz de conta e a realidade se confundem em sua brincadeira. Mas o desejo de vitória transforma essa inocente brincadeira em uma batalha sem limites que ultrapassa os limites das possibilidades. 
____________________________________________________________________________

Nenhum comentário:

Postar um comentário