sábado, 28 de julho de 2012

Resenha: Batman Contra o Capuz Vermelho | Animação (2010)



Adoro animações tradicionais, apesar das evoluções tecnológicas na área visual dos desenhos atuais. Aprecio mais ainda quando me deparo com uma animação feita para crianças que me agrada da mesma forma, mesmo sendo voltada para os baixinhos. Os filmes de animação hoje em dia, que são exibidos nos cinemas tem um apelo visual e narrativo com foco dividido, entre várias faixas etárias diferentes na mesma plateia. Sempre deixando alguns furos por terem que agradar um público diversificado ao mesmo tempo. A trama de “Batman contra o Capuz Vermelho” (Batman Under the Red Hood, 2010) se passa cinco anos após a morte de Robin, que desencadeia o surgimento de um novo justiceiro nas ruas de Gotham, porém inescrupuloso e incapaz de medir esforços em sua busca incessante por justiça. Pode até ter boas intenções, mas seus métodos acabam por condená-lo. A trama destaca um trabalho apurado na manufatura dos traumas psicológicos do protagonista e inclusive na psicopatia do Coringa.

Essa animação é muito bem produzida e conduzida, tendo efeitos visuais bem elaborados – com cenas de ação ágeis e lutas bem coreografadas – que em conjunto com efeitos sonoros bacanas e uma trilha sonora sombria e adequada, cria uma atmosfera apropriada ao personagem mais ameaçador dos HQs. Como animação de entretenimento funciona bem, atribuído pelo conjunto refinado. Não há material de encher linguiça para fazer hora extra. Como suspense funcionaria melhor, se os mistérios do vilão fossem segurados até um ponto onde poderia ser criado um clímax mais contundente. Não ficaria uma animação tão superficial com o mero intuito de entreter simplesmente, e sim marcar uma relevante presença na imensa variedade de animações sobre o herói mascarado de Gotham City.
_____________________________________________________________________________


2 comentários:

  1. É um bom filme mesmo, eu assisti no idioma original e achei estranha a voz do Coringa. Eu tambem assisti a Batman - Gotham Knight e achei muito legal a ideia de ter seis curtas feitos de modo diferente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não assisti a muitas animações do gênero, pelo menos não a todas que gostaria. Essa aqui veio a aportar na minha estante depois de uma indicação de um amigo fascinado pelo personagem. Gostei! Bem feita e com uma trama do jeito que deve ser... sombria.

      abraço

      Excluir